Vídeo: Filho de Sarney, ex-governador do MA e ministro do STF já foram vítimas de homem preso hoje em São Luís

Esse no vídeo acima é Prado Carioca, que foi preso preventivamente hoje (23), em São Luís, passando-se pelo senador Weverton Rocha. Ele pedia R$ 90 mil à Embaixada da China no Brasil em nome do pedetista.

Segundo as investigações, o suspeito entrou em contato com uma vítima por um aplicativo de mensagem e fingiu ser o senador Weverton Rocha. Prado tentou pedir dinheiro para Universidade Federal do Rio de Janeiro para levar grupos folclóricos do Maranhão para apresentações na universidade.

Em 2020, outro alvo de Prado Carioca foi o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. Ele fingiu ser o empresário Fernando Sarney e pediu dinheiro.

Também foi vítima dele o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, usando também o nome do filho de Sarney dizendo ser um grande empresário da comunicação e que tinha revelações a fazer ao ministro.

Os irmãos deputados Gil Cutrim e Glalbert Cutrim e o ex-governador e ex-senador Epitácio Cafeteira também foram alvos de Prado Carioca.

Deixe uma resposta