Em Codó, candidatura de filho do prefeito descumpre acordo e pode rachar grupo

Prefeito de Codó e filho

Durante toda a campanha eleitoral, o grupo liderado por Biné, Camilo Figueiredo, José Francisco, Pedro Belo, Rodrigo e Chiquinho do Saae alardeava que tudo em Codó estava um caos. A mensagem era de mudança no sentido de implantar uma nova prática administrativa. 24 mil codoenses não embarcaram nas palavras do grupão, mas 28 mil disseram sim com a eleição do prefeito Dr. Zé Francisco.

Passados mais de 100 dias de governo, percebe-se que o linguajar da campanha ainda não faz parte dos atos administrativos. O prefeito prioriza a velha política da partilha dos cargos e investiu no legislativo para ter maioria em troca de favores. No entanto, o que chama mais atenção é prioridade em torno do filho do prefeito, Pedro Neres, que não tem cargo na prefeitura, em torná-lo uma liderança e assim elegê-lo deputado nas próximas eleições.

Na campanha, havia um acordo com Zé Francisco para apoiar a candidatura a deputado estadual de Camilo ou Rodrigo Figueiredo. Última pesquisa divulgada na cidade mostra hoje a liderança do ex-prefeito Francisco Nagib (atual diretor do Detran), que tem o apoio do deputado Zito Rolin. Pedro Neres fica bem abaixo, apenas em terceiro.

Ou seja, a preocupação em torno dos problemas da cidade foi substituída pela preocupação em torno do Pedro Neres 2022. Funcionários, do primeiro e segundo escalões, cortejam o filho do prefeito no sentido de mostrar que o mesmo tem influência na administração. Ele passa a ser o elo entre o favor e o favorecido. Sai de cena Biné, Camilo, secretários e vereadores, e entra Pedro Neres impulsionado pela máquina.

Até slogan já foi criado para embalar o projeto político do filho do prefeito. Chama-se novas ideias. Assim sendo, o grupão do poder prioriza a pré-candidatura de Neres e esvazia a influência dos demais na máquina administrativa.

2 pensou em “Em Codó, candidatura de filho do prefeito descumpre acordo e pode rachar grupo

  1. Pingback: Em Codó, candidatura de Pedro Neres, filho do prefeito descumpre acordo e pode rachar grupo

  2. Pedro Neres,

    Lanço um desafio para você:

    Diga ao povo codoense quem ganhou a licitação dos peixes, inclusive a licitação complementar (sacolas plásticas e gelo).

    Apresente o nome do ganhador, o valor pago, a quantidade comprada e nota fiscal.

    E para finalizar, explique a relação dos envolvidos na licitação.

    Se fizer isso, faço campanha de graça para você!

    No aguardo.

Deixe uma resposta