Flávio Dino não descarta ficar até o final do mandato

O secretário de Estado da Indústria, Comércio e Energia do Maranhão, Simplício Araújo, pré-candidato do Solidariedade ao Governo do Estado, levantou, ontem (26), a possibilidade do govenador Flávio Dino permanecer no cargo até o final do mandato para comandar o processo de escolha do seu sucessor e evitar uma ruptura na sua base.

À Carta Capital, o governador Flávio Dino falou sobre o assunto e não descartou essa possibilidade – ainda que remota -, ressaltando que a tendência é disputar o Senado, e assim deixar o governo em abril de 2022.

“É a tendência mais forte (candidatura ao Senado), mas há um outro cenário de permanecer no governo até o fim, porque seria uma forma de contribuir para a proteção da democracia, fazendo do governo uma trincheira de resistência democrática, mas hoje é improvável essa ideia, a ideia mais forte é a pré-candidatura ao Senado, inclusive para contribuir no Congresso Nacional para um novo ciclo de progresso no Brasil”, afirmou Dino.

“Estamos ainda no mês de agosto e o prazo de desincompatibilização é abril e as convenções serão julho/agosto de 2022, quer dizer, nós temos um ano até lá, mas a tendência mais forte é o Senado”, completou.

3 pensou em “Flávio Dino não descarta ficar até o final do mandato

  1. A melhor coisa que vc poderia fazer ao Maranhão, era sair da política, pois tu fostes a pior decepção política dos últimos anos! Flávio Dino, que tanto criticou a família Sarney, em seus discursos vazios, realmente mostrou que não é igual ao Sarney, ele é bem pior! José Sarney, terá nome na história, pois apesar de ter sido um oligarca, pelo menos é um intelectual e sabe fazer política, deixará várias obras no Estado do Maranhão (rapaz e não é que estou elogiando o Zé Sarne?…). Flávio Dino vai deixar o que? Um Estado cheio de dívidas, com um IDH horrível etc. A única coisa que ele sabe fazer bem é: perseguir os seus opositores ( poderia trazer uns dois exemplos aqui, mas pra não ficar muito longo o comentário, vou deixar de lado), provocar Bolsonaro, nas redes sociais e fazer politiquices. Flávio Dino é um moleque, péssimo administrador, um peso que caiu de paraquedas nesse “Estado azarado…

  2. A maior dor de cabeça de Flávio Dino hoje não é Roseana, nem Maura Jorge, nem Roberto Rocha, chama-se Weverton Rocha. Por ter a estatura de bater de frente com o governador. De um tempo pra cá , tanto Flávio Dino ao deixar claro que seu candidato é Brandão o prestigiando em todas as ocasiões, quanto Weverton Rocha, ao lançar sua candidatura sem a presença do governador e logo seguida, fazer uma visita a prefeita Maura Jorge, mostra claramente que Weverton está focado em ser governador com ou sem a permissão de Dino e os interesses de ambos se divergem totalmente.

Deixe uma resposta