São Luís: Jornal Pequeno fará pesquisa própria e promoverá debate com os 4 melhores colocados

O Colunaço do Pêta traz, na edição deste domingo, 18, a notícia sobre um grande debate que o Jornal Pequeno vai promover na próxima semana, envolvendo a sucessão municipal em São Luís.

Confira abaixo o comentário na íntegra publicado no Colunaço.

Dr. Pêta vai recorrer a um comentário feito, no Colunaço, no domingo de 3 de outubro, para que o leitor se situe sobre um assunto que pode se tornar polêmico, nos próximos dias, diante da decisão do Jornal Pequeno, de marcar presença e dar a sua contribuição ao povo de São Luís nas eleições do próximo dia 15 de novembro. Atentem bem para o comentário:

“Antes de comentar e de falar o que tem pra falar, Dr. Pêta deixa claro que foi bastante louvável a intenção, a ideia da Band/São Luís, em parceria com TV Ufma/Rádio Universidade FM, de realizar um debate com os candidatos a prefeito de São Luís, o que aconteceu na quinta-feira, 1º, ‘varando’ a madrugada de sexta.

Mas, fazer um ‘debate’ com ONZE candidatos, dando a eles um curtíssimo tempo para perguntas, respostas e réplicas, convenhamos, não é um debate; é um ‘amontoado de coisas’ que jamais possibilitará ao eleitor/telespectador uma noção exata de quem realmente está preparado para governar a capital maranhense.

O embate entrou pela madrugada e acabou virando um ‘troço’ chato, sonolento e enfadonho, apesar dos esforços dos pretendentes ao cargo de prefeito. No ‘frigir dos ovos’, foi uma tremenda frustração de expectativa, um ‘debate’ muito mais morno do que se imaginava para o tão aguardado acontecimento, que só teve repercussão, mesmo, nas redes sociais, onde o lento e gradual processo de ‘emburrecimento’ está tomando conta do planeta.

A grande verdade é que ficou praticamente impraticável um debate com a participação de todos os candidatos”.

Há quase duas semanas o Jornal Pequeno vem tentando promover um debate remoto sobre as eleições de 15 de novembro: não com todos os candidatos, porque, no nosso entender, torna-se impraticável colocar os 10 pretendentes numa plataforma digital para discutir os problemas de São Luís.

Tentamos, então, um modelo que foi passado a todas as assessorias, numa reunião na sede do JP: dois debates: 1 com os cinco primeiros colocados nas pesquisas já realizadas e de conhecimento público, e um outro com os outros cinco: do 6º ao 10º colocado. Não houve consenso.

Dos convidados, o deputado Eduardo Braide foi o único que não mandou representante.

Sem consenso, o Jornal Pequeno tomou a decisão, então, de estabelecer um critério seu, baseado em uma pesquisa própria, por meio do instituto JPesquisa (do Grupo JP).

Amanhã, o JP registrará, junto à Justiça Eleitoral, uma pesquisa sobre a sucessão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, para ser divulgada no próximo domingo. Os quatro primeiros colocados serão convidados para um grande debate virtual que o Jornal Pequeno pretende realizar na próxima semana, em dia e horário a serem combinados com os ‘classificados’.

Aos candidatos que se posicionarem da 5ª à 10ª colocação, o JP oferecerá a mesma plataforma virtual para que participem de sabatinas individuais que serão replicadas em nossas mídias sociais e impressa.

O convite será feito tão logo seja divulgada a pesquisa, no domingo, 25 de outubro.

Entende a direção do Jornal Pequeno que, assim, estará dando a sua contribuição para as eleições que vão definir o próximo prefeito de São Luís. (Fonte: Dr Pêta)

Deixe uma resposta