“Só para lembrar”: Márcio Jerry enumera ilegalidades envolvendo Flávio Bolsonaro

Vice-líder do PCdoB, o deputado federal Márcio Jerry (MA) usou as redes sociais nesta terça-feira (29) para “recordar” as ilicitudes envolvendo o primogênito do presidente do país, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ).

“Só pra lembrar! O Flávio Bolsonaro, de acordo com o Ministério Público cometeu vários crimes: peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro”, listou o parlamentar. “Bolsonaro só se dedica à balbúrdia ideológica, à proteção dos filhos e amigos milicianos e ao projeto de enganar a Nação para tentar reeleição em 2022. Não trabalha, só atrapalha o Brasil prejudicando os brasileiros”, disse o parlamentar maranhense, em crítica ao clã presidencial.

Ontem, depois de mais de dois anos, o Ministério Público do Rio (MP-RJ) concluiu a investigação sobre o suposto esquema de ‘rachadinha’ montado no gabinete de Flávio, no período em que foi deputado estadual no Rio.

O senador e o ex-assessor Fabrício Queiroz serão denunciados pelos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Flávio será apontado como líder da organização criminosa, e Queiroz, como o operador do esquema de corrupção que funcionava no antigo gabinete na Assembleia Legislativa (Alerj). A denúncia, com cerca de 300 páginas, já está pronta e seria entregue ao Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) ainda na segunda-feira (28).

6 pensou em ““Só para lembrar”: Márcio Jerry enumera ilegalidades envolvendo Flávio Bolsonaro

  1. E só para lembrar: o BOÇAL, IMBECIL, IGNORANTE, ESTÚPIDO, BURRO ….e CORRUPTO do tal de Marcio “rato” Jerry só abre a latrina da boca para soltar merda.
    Não entendo e muito menos me conformo em ver como o maranhense pode eleger uma “bosta” dessas como deputado federal! É por isso que continuamos nesse atraso.

    • Concordo com vc acerca do Jerry, mas esses predicativos referentes a ele não inviabilizam o crime de peculato de Flávio Bolsonaro não adianta criticarmos um enquanto o outro não é limpo no chiqueiro.

Deixe uma resposta