Felipe dos Pneus protocola denúncia à Polícia Federal contra fake News

O deputado estadual e candidato a Prefeito de Santa Inês, Felipe dos Pneus, protocolou na manhã desta terça-feira, 20, denúncia na Polícia Federal, em São Luís. A queixa do parlamentar é contra fake news. O parlamentar tem sido alvo de ataques nas redes sociais. De acordo com Felipe dos Pneus, as informações são falsas são disseminadas por usuários fakes por meio do WhatsApp, Facebook e Instagram. Por isso, pede à PF para investigar quem realmente está por trás dos perfis falsos e que sejam submetidos à lei.

“Não é pelo fato de estarmos em período eleitoral, porque acreditamos que o povo de Santa Inês é inteligente e sabe filtrar as informações. Mas este tipo de coisa é inadmissível porque as informações que estão sendo publicadas são mentirosas e caluniosas. Nenhum cidadão deve sofrer este tipo de agressão”, destaca o parlamentar.

De acordo com a assessoria jurídica de Felipe dos Pneus, a  partir de publicações nas  redes sociais, pelo menos um grupo de pessoas foi identificado. O partido de Felipe representou algumas dessas pessoas por terem divulgado conteúdo difamatório, com cunho eleitoral negativo. “Mentiras, aleivosias, calúnias e toda uma gama de inverdades têm sido propagadas pelos representados no interesse perverso, desleal  e  maquiavélico de atingir a imagem política do candidato Felipe dos Pneus”, diz um trecho da denúncia apresentada à PF.

FAKE NEWS EM PERÍODO DE CAMPANHA

De acordo com o candidato a prefeito no município, atos caluniosos sempre ocorreram em período de campanha eleitoral. No entanto, uma prática bastante conhecida em Santa Inês é a de jogar panfletos nas ruas com informações falsas a respeito dos adversários. A velha tática continua, só que agora no mundo virtual.

Felipe dos Pneus lamenta que este tipo de ação ainda seja praticada pelos adversários. “Pra mim é um desrespeito com o eleitor. Ele precisa é de propostas e um debate pautados na verdade. E não é por isso que vão nos calar porque a Lei existe para coibir essas ações”, enfatiza.

O candidato, que é um dos mais cotados pelos eleitores, disse que isso demonstra desespero dos outros grupos e é um ato criminoso. “Eu acredito no trabalho da Polícia Federal e da Lei. Espero que sejam identificados e punidos para não cometerem este tipo de crime não só contra mim, mas contra nenhum cidadão”, conclui.

Deixe uma resposta