Vídeo: Em Timon, secretário diz que oposição quer R$ 1 milhão por mês para aprovar LOA

Uma polêmica está instalada na cidade de Timon por conta da não aprovação, ainda, Lei Orçamentária Anual do município.

O secretário municipal de Governo da gestão Dinair Veloso, Saney Sampaio, alega que o presidente da Câmara, Uilma Resende pediu repasse de R$ 200 mil para aprovar a LOA e que a oposição está pedindo repasse de quase R$ 1 milhão por mês. Por conta da não aprovação, o salário dos servidores podem não ser pagos e obras deixarem de ser realizadas.

O presidente da Câmara, Uilma Resende, ligado ao deputado Rafael, que rompeu com o grupo Leitoa, alega que a Lei possuía aberrações, como a retirada de recursos da área de Infraestrutura, Agricultura e Esporte.

Veja o bate-boca nos vídeos acima.

Deixe uma resposta